10 benefícios do mel puro para a saúde

10 benefícios do mel puro para a saúde

O mel é um maravilhoso e essencial ingrediente, utilizado em incontáveis culturas ao redor do mundo há mais de 2.500 anos, e mesmo hoje é amplamente consumido, e com a vantagem de que ele pode ser usado de diversas formas. Você pode colocá-lo em um pão, misturá-lo ao café ou comê-lo puro. Mas o mel não é só saboroso, ele possui propriedades medicinais que podem melhorar e muito a sua saúde.

Nós selecionamos os 10 principais benefícios do mel puro para a saúde. Confira:

  • Fortalece as bactérias saudáveis: Nosso corpo precisa de bactérias saudáveis para um bom funcionamento. O mel fortalece a bifidobacterium, uma bactéria do bem, presente no sistema gastrointestinal que ajuda e muito na digestão. O mel também é rico em probióticos, que ajudam na formação da bifidobacterium.
  • Fonte de Energia: Os carboidratos contidos no mel em forma de glucose e frutose abastecem e dão energia ao corpo e ao cérebro, fornecendo mais resistência e reduzindo a fadiga.
  • Auxilia no Antienvelhecimento: A diminuição de enzimas no corpo contribui para acelerar o processo de envelhecimento. O mel puro é um dos poucos alimentos que ajuda a diminuir esse processo através da ingestão da amilase, uma enzima que acaba com o excesso de açúcares e carboidratos. Com isso, a pele rejuvenesce, fica mais bonita, saudável e suave.
  • Fortalece a imunidade: O mel contém propriedades bactericidas e antifúngicas que são excelentes no tratamento de alergias, pois fortalecem a imunidade. Além disso, fortalece as células brancas do sangue, fundamentais para combater bactérias ruins e doenças virais.
  • Excelente fonte de antioxidantes: Além de muitas vitaminas e minerais, o mel contém um flavonoide chamado pinocembrina, que ajuda na produção de enzimas e as fortalece.
  • Ajuda a curar tosses: O mel é muito mais efetivo no tratamento contra tosse em crianças e adolescentes com idade entre 2 e 18 anos em comparação com o medicamento dextrometorfano, principalmente o mel do trigo mourisco, que é amplamente usado na indústria farmacêutica.
  • Diminui o colesterol: Foi comprovado através de diversos experimentos científicos envolvendo altos níveis de colesterol que o mel é o adoçante mais saudável. Em um dos estudos, foi mostrado que os pacientes que consumiram mel artificial tiveram aumento do LDL, o colesterol ruim, enquanto os que consumiram o mel puro e orgânico diminuiram o colesterol em até 8%, e o LDL em até 11%.
  • Melhora a produção de células brancas no sangue: O consumo de mel é um tratamento natural e barato para quem sofre de baixa produção de células brancas no sangue. Um estudo realizado em pacientes com câncer e com risco de neutropenia (quando o nível de células brancas está muito baixo) mostrou que, ao consumirem duas colheres de mel puro terapêutico, tiveram melhora significativa durante a quimioterapia.
  • Ajuda a curar feridas: É possível tratar feridas na pele de forma natural com o mel orgânico, pois a glucose e frutose do alimento (dois açúcares que retém água) absorvem toda a água da ferida e aceleram o processo de cura e cicatrização. Estudos mostraram que o mel de manuka, produzido exclusivamente na Nova Zelândia, diminui o pH da superfície da pele nas feridas, matando todos os germes e bactérias.
  • Controla os níveis de açúcar no sangue: Pesquisas comprovam que o consumo de mel pode melhorar e muito os níveis de açúcar e insulina no sangue comparado a outros alimentos, como o açúcar comum. O corpo reage com melhor tolerância ao mel comparado a sucrose e glicose, de outras fontes alimentares. Pessoas que têm intolerância à glicose (principalmente quem tem diabetes tipo 1 – uma condição crônica na qual o pâncreas produz pouca ou nenhuma insulina) mostraram melhora significativa ao consumirem mel, comparado ao uso de sucrose.